q

q

Seguidores

domingo, 6 de julho de 2008

Céus sem Pardais


Me lembro que 20 ou 30 anos atrás a cidade de São Paulo, e muitas outras do Brasil, eram quase que infestadas de pardais. Reparo hoje em dia que já não é mais assim, o número de pardais caiu muito, já não é mais a ave predominante.
Os pardais que são aves originárias da Europa, Ásia e norte da África, foram trazidas no começo do século passado para o Rio de Janeiro para diminuir os insetos, só que a avezinha antes de insetos gosta mesmo é de grãos e como aqui tem grão o ano inteiro elas acabaram se espalhando rapidamente.
Segundo nota publicada na National Geographic, os pardais vem diminuindo drasticamente também na Europa. As razões são mudanças nas práticas agrícolas que resultaram em menor desperdício de sementes e grãos, o que acasionou a redução de pardais nas zonas rurais, e, nas zonas urbanas, devido ao aumento das áreas pavimentadas e diminuição das áreas verdes.
Pois é, até o pardal, uma ave que parecia tão habituada a vida nas cidades, sofre com a redução das áreas verdes, que, no meu entendimento incluem os terrenos baldios que com seus matinhos sempre desvalorizados alimentavam um grande número de aves granívoras.

quarta-feira, 2 de julho de 2008

Socózinho inteligente

Recebi este pequeno vídeo que mostra a incrível esperteza de 3 bichos. O mais interessante, na minha opinião, mostra uma ave, que parece um socozinho, utilizando um pedacinho de pão como isca para atrair e fisgar um peixe. Já tinha ouvido falar desse procedimento dos socózinho, mas ainda não tinha visto. O bicho é realmente muito esperto.
video