q

q

Seguidores

quinta-feira, 29 de julho de 2010

Aves de fazenda - 19 - andorinha-pequena-de-casa / Pygochelidon cyanoleuca / Blue-and-white Swallow


DSC06822, upload feito originalmente por Luiz Álvaro.
"Passam a maior parte do dia voando, só pousando em árvores, antenas e fios de eletricidade para descansar ou quando o tempo está ruim.
É migratória, especialmente nos locais mais frios, mas ao contrário de outras espécies de andorinhas não realiza migrações muito longas.
Às vezes é vista fazendo vôos rasantes sobre lagos para beber água. Tem grande afinidade pelas habitações humanas. Muitas vezes são vistas voando dentro de grandes igrejas, e por isto são muito respeitadas. Faz seus ninhos em cavidades, próximos uns dos outros, formando colônias. Gostam de pousar em fios elétricos, em grande número. Algumas não gostam muito do frio e migram para passar o inverno em outras regiões mais ao norte. Têm um vôo um pouco irregular, já que ficam para lá e para cá procurando insetos. Algumas árvores floridas, como as tipuanas, atraem insetos e as andorinhas logo aparecem e ficam borboleteando por sobre as copas. "
fonte: wikiaves

Muito comum do Rio Grande do Sul até a Bahia.

domingo, 11 de julho de 2010

Parque Estadual de Chandless, no Acre - Globo Repórter de 09/07/2010

Parque Estadual de Chandless, no Acre, com 700.000 hectares e segredos que ainda estão para ser descobertos. Nessa região, vivem mais de 400 espécies de aves, 300 espécies de plantas e quase 200 tipos de peixes, anfíbios, répteis e apenas 98 pessoas, completamente isoladas.




Veja no vídeo abaixo o local onde a equipe do globo repórter esteve:





As aves reinam absolutas, no topo das árvores, nos extremos do mundo. E lá do alto, vigiam nossa terra, nossos mares. Um delicado equilíbrio entre a natureza selvagem e a vida humana no nosso planeta.



sexta-feira, 9 de julho de 2010

domingo, 4 de julho de 2010

Campos de futebol e quero-quero

Nos jogos da copa da áfrica do sul senti falta de alguns personagens. Não vi sequer uma ave passeando pelos gramados dos estádios de lá. Será que na África não tem nenhum parente do quero-quero ou maria-faceira? aves que adoram adotar um gramadão para viver e procriar, com algum incomodo quando marmanjos passam correndo atrás de uma bola.
Bom, pelo menos na próxima copa, aqui no Brasil, vai ser bonito ver os quero-quero voando prá cima dos jogadores argentinos, alemães, espanhóis e etc, filmados por aquelas câmeras maravilhosas.